Banca vai deixar de vender produtos financeiros complexos

A partir de amanhã, as maiores instituições financeiras portuguesas vão começar a deixar de vender produtos financeiros complexos junto dos investidores de retalho.

Depois de vários meses de negociação, a CMVM e a Associação Portuguesa de Bancos (APB) chegaram a acordo e assinam amanhã de manhã um protocolo relativo à comercialização de produtos financeiros complexos junto de investidores não qualificados.

"O elevado grau de complexidade que caracteriza alguns dos produtos financeiros complexos requer especiais cuidados na respetiva comercialização, para que as suas características e riscos sejam apropriadamente apreendidos não só pelos clientes como pelos próprios colaboradores das entidades comercializadores", revela a CMVM em comunicado.

No entanto, com a celebração do protocolo, as entidades financeiras envolvidas "comprometem-se, entre outros aspetos, a abster-se de comercializar junto de clientes de retalho os produtos financeiros complexos com maior nível de risco associado e a dispor de recursos humanos devidamente qualificados que assegurem a transmissão aos clientes de informação correta sobre produtos financeiros complexos".

O regulador acrescenta ainda que "a comercialização de produtos financeiros complexos junto do retalho tem vindo a ganhar importância crescente nos mercados financeiros".

fonte:http://www.dinheirovivo.pt/

publicado por adm às 23:23 | comentar | favorito