“BIC Portugal está contra a corrente com a abertura de novos balcões”

O Banco BIC Portugal inaugurou mais quatro balcões nas últimas duas semanas. Uma tendência em contraciclo com os restantes bancos nacionais, que têm vindo a fechar balcões.

No início de 2013, o BIC Portugal contava com 200 agências e terminará o ano com 215 balcões (contabilizando os 12 centros de empresas e ainda o balcão de private banking).

“Estamos contra a corrente numa situação em que a conjuntura económica não é muito simpática. Estamos a crescer e a investir”, afirmou Fernando Teles, presidente do conselho de administração do Banco BIC, ao Dinheiro Vivo, durante a abertura do balcão de Algés. 

Fernando Teles destacou que o BIC  Portugal  “duplicou os depósitos e quase duplicou o crédito”, desde que assumiu o controlo do BPN, tendo já conseguido “não perder dinheiro, no final de Setembro”, relembrou Mira Amaral, presidente do BIC Portugal, durante a inauguração.

O banco pretende continuar a crescer em Portugal, podendo haver ainda mais aberturas de agências ao longo do próximo ano, “se a conjuntura económica o permitir”, acrescentou Mira Amaral, ao Dinheiro Vivo.

Questionado sobre quando irão começar a operar no Brasil, depois da compra do BPN Brasil, Fernando Teles explicou que o BIC já pagou “parte do BPN Brasil ao Estado português. Já comunicámos às autoridades brasileiras que estamos a fazer o negócio e agora estamos a aguardar que aprovem o nosso plano de negócios, que foi apresentado”. 

O futuro presidente do BPN Brasil, Sérgio Lavrador, já se encontra naquele país a acompanhar alguns negócios. Apesar de ainda não estarem a gerir o banco no Brasil, Fernando Teles espera, “nos próximos meses, tomar conta em definitivo do BPN Brasil”.

Quanto ao BIC Angola, o presidente do banco espera terminar o ano com um resultado líquido entre 180 a 190 milhões de dólares (entre 132 e 139 milhões de euros).  Está prevista a inauguração de 25 balcões  em janeiro e a seguradora, que está a ser criada, deverá começar a operar ainda no primeiro trimestre. 

 

fonte:http://www.dinheirovivo.pt/

publicado por adm às 21:43 | comentar | favorito
tags: