Portugueses usam cada vez menos cheques

Relatório do Banco de Portugal regista crescente utilização de pagamentos electrónicos. As compras e os levantamentos no multibanco tiveram no ano passado um ligeiro aumento em valor.

 

Os portugueses utilizam cada vez menos cheques, sobretudo nas operações de menor valor, mostra o Relatório de Sistemas de Pagamento em 2013 do Banco de Portugal, divulgado esta segunda-feira. 

A diminuição aconteceu tanto na quantidade utilizada, como no montante global transaccionado, com descidas de 14,4% e 13%, respectivamente. O número de cheques liquidados caiu para 56.518 milhões, com o montante associado a ficar-se pelos 119.902 milhões de euros.

Já nas operações de valor mais elevado, o uso de cheques manteve-se estável. O valor médio dos pagamentos foi de 1318,3 euros. Não só aumentou 21,5 euros (1,7%) face ao ano anterior, como voltou a ficar acima (93,7 euros) do montante médio das transferências a crédito.

No ano passado, foram devolvidos 302.436 cheques, ou 0,54% dos cheques emitidos em 2013. Ainda assim, a percentagem de cheques sem provisão devolvidos pelos bancos em 2013 atingiu os 73,5%, menos do que no ano anterior.

Acompanhando a tendência de diminuição do número de cheques, baixou também o número de entidades que fazem parte da lista de utilizadores de “cheques que oferecem risco” (a diminuição foi de 23% em relação a 2012).

Em contrapartida, registou-se uma crescente utilização de pagamentos electrónicos, nomeadamente de cartões de débito (32,1%), incluindo os chamados cartões de débito diferido. Os cartões de débito passaram de 10,2 milhões para 13,5 milhões.

As compras e os levantamentos no multibanco (ATM) tiveram no ano passado um ligeiro aumento em valor.

 

fonte:http://rr.sapo.pt/i

publicado por adm às 20:21 | comentar | favorito