Banca faz venda directa dos seus imóveis

Os bancos estão a fazer forte concorrência aos mediadores imobiliários e a intensificar a venda directa dos imóveis que os seus devedores lhes entregam.

Saldos, promoções, oportunidades únicas são expressões que encontramos nos sites dos maiores bancos, onde se pode consultar a lista dos imóveis à venda, por região, tipologia e preço. São verdadeiras lojas imobiliárias online que, após a descoberta de uma casa para comprar, nos remetem para o respectivo balcão, encarregado de dar início à transacção. É possível encontrar um apartamento T2, na periferia de uma grande cidade, por 50 ou 60 mil euros, aparentemente em bom estado. Ao recorrer a esta forma de aquisição, tem ainda a vantagem de não pagar as despesas de avaliação, tendo financiamento garantido a 100%.

"Se fosse cliente, não compraria assim", alerta ao DN Beatriz Rubio, presidente executiva da Re/Max Portugal. A responsável da maior mediadora a actuar no mercado português alerta para a necessidade de o comprador comparar a oferta e obter apoio quanto à sua qualificação financeira antes de se decidir.

A Re/Max tem um acordo com sete bancos portugueses para a venda de cerca de mil imóveis hipotecados. "Quem recorre aos nossos serviços, pode ver esses imóveis da banca, mas pode igualmente ver os restantes que temos para venda", esclarece.

A Domus, uma empresa especializada na aquisição e gestão de créditos vencidos e que adquire carteiras desta natureza à banca, explica esta venda directa com o facto de os bancos possuírem mais imóveis para escoar, depois de terem passado a aceitar a dação como pagamento de dívidas.

Luís Lima também está preocupado com esta concorrência ao seu sector, apesar de, actualmente, boa parte do negócio das mediadoras já passar por este tipo de imóveis. "Já temos para venda mais imóveis dos bancos do que outros", referiu.

fonte:http://www.dn.pt/

publicado por adm às 23:04 | favorito