O que os bancos lhe oferecem este Natal

Os bancos não deixam passar a quadra natalícia sem apresentar ‘presentes’ para atrair novos clientes ou lançar produtos.

A correria da quadra e a falta de tempo para pensar e comprar presentes originais é um problema recorrente todos os anos. E por isso mesmo o Natal é uma das melhores épocas para se apresentar novos produtos ou para dar um ‘novo rosto' aos que já estão disponíveis no mercado. O sector financeiro não é indiferente a esta tendência e este ano os bancos voltam a dar destaque a diversas campanhas de Natal, que vão desde a oferta de presentes em troca de depósitos, passando pela possibilidade de oferecer um ‘cheque-poupança' a alguém, ou mesmo realizar uma ‘poupança familiar' através da junção de várias contas, em troca de taxas de juro mais atractivas.

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) é uma das instituições mais empenhadas em fazer sobressair o espírito natalício. Uma das campanhas da CGD é direccionada sobretudo ao público mais novo e passa pelo sorteio de diversos prémios - tablets, smartphones e afins - através da sua página do Facebook. A cada milhar de fãs conseguidos para a página, a CGD sorteia um ‘gadget'. Dentro do mesmo espírito, o banco sugere ainda , aos clientes residentes no estrangeiro, que juntem todas as suas contas poupança numa só, com o serviço ‘Caixa família', "para que todos possam receber mais de juro e assim poupar mais", lê-se no site da instituição.

Já o BCP lançou há pouco dias o ‘voucher presente' . Segundo o banco, a ideia é substituir o tradicional envelope com dinheiro por um "presente no valor de 25 euros ou de múltiplos de 25 euros", que pode ser oferecido por clientes ou não clientes, "permitindo aos seus destinatários constituírem uma poupança de entre várias disponíveis no Millennium BCP". No entanto, a utilização deste ‘voucher' obriga à abertura de uma conta depósito na instituição, com depósito mínimo inicial de 100 euros, segundo informações do banco no seu ‘site'.

Também o Banif tem uma campanha de Natal, no caso centrada na captação de depósitos. "Até ao final do ano, ao constituir o Depósito Especial de Natal e ao domiciliar ou manter dois pagamentos de serviços, para além de beneficiar de uma taxa de juro anual de 3,00% (TANB)", recebe também um cartão FNAC com um montante que pode chegar aos 250 euros. A informação, no ‘site' do banco, refere ainda que esta última oferta é válida para depósitos a partir de 10.000 euros. O BPI, por outro lado, retoma a habitual campanha com alguns artigos em destaque que podem ser adquiridos através de cartões de crédito da instituição, mas sem nenhuma nuance exclusiva para a época de Natal.

fonte:http://economico.sapo.pt/no

 

 

publicado por adm às 21:43 | comentar | favorito
tags: