Banca em “forte concorrência” mas ‘spreads’ não baixam

Em Janeiro, e pela primeira vez em 15 meses, a banca nacional aumentou a concessão de crédito.

"Se existe forte concorrência num sector é no sector bancário. E curiosamente, mesmo nesta situação de crise em que vivemos essa concorrência tem vindo a ser intensificada". As palavras pertencem a Fernando Faria de Oliveira, presidente da Associação Portuguesa de Bancos, ouvido no Parlamento no final de Fevereiro devido à proposta de lei do PS que visa limitar as comissões bancárias. E o responsável explicava: "O problema principal das instituições neste momento é a rentabilidade e a margem financeira que está em queda. Existem apenas duas vias de poder superar esta circunstância e a primeira passa pelo aumento dos proveitos, isto é, pela capacidade de conceder mais crédito". 

E concluía: "As instituições financeiras neste momento na realidade competem entre elas para obter mais clientes ou para procurar ir buscar clientes a outras instituições bancárias". Mas, ao contrário do que seria de supor numa economia de mercado que está em forte concorrência, os preços não estão a baixar. Em alguns casos até aumentam.

fonte:http://economico.sapo.pt/n

publicado por adm às 23:15 | comentar | favorito