CGD com prejuízos de 36,4 milhões no primeiro trimestre

O Grupo estatal CGD registou um prejuízo de 36,4 milhões de euros nos primeiros três meses do ano.

Os resultados negativos em 36,4 milhões de euros foram apresentados nesta terça-feira pela administração de José Matos. No primeiro trimestre de 2012, o resultado líquido consolidado da CGD tinha sido positivo em 8,8 milhões de euros.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a CGD  revela que os resultado líquidos foram negativamente influenciados pelas imparidades, no valor 147,3 milhões de euros, valor que ficou abaixo dos 240,2 milhões de euros registados em igual período do ano passado.

A margem financeira caiu 46,8%, o que se justifica, em parte, pela queda dos taxas Euribor e a  margem complementar cresceu 8,6%, para 270 milhões de euros, devido a resultados de operações financeiras e a um crescimento das comissões líquidas.

O crédito bruto concedido a clientes caiu 5,5%, face a Março de 2012, para 78.305 milhões de euros. O rácio de crédito vencido a mais de 90 dias foi de 5,6%, um agravamento face ao trimestre anterior.

Os depósitos fixaram-se em 65.329 milhões de euros, mais 0,5% do que em igual período de 2012.

Depois do BCP (152 milhões de euros) e do Banif (69,2 milhões de euros), a CGD é a terceira instituição financeira a apresentar prejuízos trimestrais. O BPI apresentou lucros de 40,5 milhões de euros e o BES apresentou nesta terça-feira prejuízos de 62 milhões.

fonte:http://www.publico.pt/e

publicado por adm às 23:01 | comentar | favorito