Santander Totta despede 90 funcionários e encerra 30 agências

O resultado líquido do Banco Santander Totta baixou 66,6%, em termos homólogos, para 10,2 milhões de euros, reflectindo “o difícil enquadramento económico e financeiro” em Portugal. O banco vai encerrar 30 agências e dispensar 90 funcionários.

“O lucro deste primeiro trimestre foi condicionado pela diminuição das receitas, que reflectem o enquadramento recessivo e o esforço de desalavancagem do sistema”, afirmou António Vieira Monteiro, presidente do banco, na conferência de imprensa de apresentação dos resultados. “Continuamos a ganhar dinheiro, ao contrário de alguns dos nossos concorrentes”, sublinhou.

O banqueiro considerou, ainda, um “sinal positivo” que, em termos trimestrais, “pela primeira vez, desde há muito tempo, o crédito às empresas subiu”, ainda que “pouco”.

A carteira de crédito a empresas subiu 0,3%, face a Dezembro, interrompendo a tendência de queda que vinha apresentando há vários trimestres. Ainda assim, face a Março de 2012, houve um recuo de 5% neste item, para um total de 9,76 mil milhões de euros.

No crédito a particulares registou-se uma diminuição de 3,7% para 17,6 mil milhões de euros.

“Dizem que os bancos não fazem crédito, mas a concessão de crédito é fulcral para a nossa actividade”, assinalou Vieira Monteiro.

O rácio core tier 1 reforçou-se face ao final de Março de 2012, fixando-se nos 13,1%, valor que “demonstra a solidez do balanço e a capacidade de gerar internamente capital”, destacou o banco.

Entre os seis bancos que já apresentaram os resultados trimestrais, o acumulado revela um prejuízo de 309 milhões de euros. Banco BPI (40,5 milhões de euros) e Santander Totta são os dois únicos que revelaram lucros na actividade dos três primeiros meses do ano. As restantes instituições registaram prejuízos no período: CGD (36,4 milhões), BCP (152), Banif (69,2) e Banco Espírito Santo (62).

fonte:http://www.publico.pt/

publicado por adm às 23:37 | favorito