Clientes da banca nacional voltam a ser encaminhados para os PPR

As entregas para PPR dispararam 57% no primeiro trimestre do ano, dada a menor necessidade dos bancos em captar depósitos.

A banca nacional está novamente a direccionar as aplicações dos seus clientes para Planos Poupança Reforma, resolvidas que estão as necessidades de liquidez e de alavancagem. De acordo com o presidente da associação do sector, esta é uma das principais razões que justificam um aumento de 56,8% nas entregas feitas pelos portugueses para estes produtos só nos primeiros três meses do ano. 

Na larga maioria dos casos, os bancos funcionam como pontos de venda de PPR, os quais são geridos pela seguradora do mesmo grupo. E se nos últimos dois anos se assistiu à tendência inversa - grande concorrência da banca via depósitos a prazo dada a necessidade de reduzir rácios de transformação e reforçar liquidez - o processo parece estar agora a inverter-se. No entanto, esta dinâmica estará a ser provocada principalmente por uma seguradora, a BES Vida, que fez uma forte aposta recentemente na captação de poupanças para PPR de investimento.

fonte:http://economico.sapo.pt

publicado por adm às 14:29 | comentar | favorito