Bancos sentem menor procura por crédito à habitação

Banco de Portugal revela que as instituições financeiras antecipam que a procura por financiamento para a compra de casa possa continuar a diminuir nos próximos meses. Condições de concessão de crédito deverão manter-se inalteradas.

“Nos últimos três meses o crédito à habitação registou um ligeiro decréscimo de procura enquanto o segmento de crédito ao consumo e outros fins se manteve praticamente sem alterações”, revela o inquérito aos bancos sobre o mercado de crédito realizado pelo Banco de Portugal.

 

“Os principais factores responsáveis por esta diminuição de procura de crédito à habitação são as perspectivas menos favoráveis para o mercado da habitação despesas de consumo não relacionadas com a aquisição de habitação dos particulares e principalmente a deterioração da confiança dos consumidores”, refere o inquérito.

 

Para os “próximos três meses prevê-se que a procura de empréstimos para aquisição de habitação continue sem alterações ou diminua ligeiramente (no caso de dois dos bancos inquiridos) enquanto os critérios seguidos pelos bancos na concessão destes empréstimos se deverão manter sem modificações”, remata.

 

Nos últimos três meses “os bancos inquiridos reportaram que em termos gerais não registaram alterações nos critérios de aprovação de empréstimos a particulares (resultado que se prevê que se mantenha no próximo trimestre)”.

 

“Isto apesar de ao nível da percepção de riscos a deterioração das expectativas quanto à actividade económica em geral e das perspectivas para o mercado da habitação terem sido conducentes a um ligeiro aumento da sua restritividade”, acrescenta o Banco de Portugal.

fonte:http://www.jornaldenegocios.pt/

publicado por adm às 23:30 | comentar | favorito