Bancos incentivam arrendamento de casas

Os bancos estão a financiar o arrendamento de casas oferecendo produtos a juros que ultrapassam os 14 por cento. A DECO alerta para o incentivo ao endividamento.

A primeira oferta surgiu há cinco meses pelo Active Bank.

O Jornal de Negócios escreve que o crédito pode ser contratado para mudar de casa e comprar móveis ou eletrodomésticos, com verbas entre os mil e 10 mil euros.

O prazo para pagar varia entre os 6 meses e 7 anos, mas a TAEG, a Taxa anual efetiva, chega aos 14,2 por cento.

Outra oferta é a do Banco Popular, lançada no mês passado, com uma taxa de juro mais baixa e com prazos entre 1 e 2 anos, para um crédito até aos 5 mil euros.

A banca tenta assim, virar-se para o mercado do arrendamento, já que a compra de casa continua em queda.

A DECO avisa que estes produtos são um incentivo ao endividamento, lembrando que se as pessoas não têm dinheiro para pagar a renda, dificilmente vão conseguir pagar a renda e o empréstimo.

Natália Nunes, ouvida pela TSF, apela a uma decisão consciente e responsável das famílias na hora de pedir empréstimos à banca.

fonte:http://m.tsf.pt

publicado por adm às 20:50 | comentar | favorito