Associação de Bancos confiante que banca portuguesa passa nos testes de stress

O presidente da Associação Portuguesa de Bancos (APB) mostrou-se, esta quinta-feira, confiante que os bancos portugueses vão conseguir superar os testes de stress que estão a ser realizados a 91 instituições financeiras europeias. 

Em entrevista à Reuters, quando questionado sobre se pensava que algum banco português iria falhar nos testes, António de Sousa respondeu: «Sinceramente penso que não». «Ficaria muito surpreendido se algum banco falhasse os testes», acrescentou.

O responsável comentou ainda a decisão do presidente do Banco Central Europeu, de aceitar as obrigações portuguesas como colateral, independentemente dos ´ratings´ impostos pelas agências financeira, classificando-a de «muito importante».

António de Sousa adiantou que não espera «qualquer impacto negativo no financiamento da banca junto do BCE devido à Moody´s ter cortado o ´rating´ de Portugal».

O presidente da APB considerou que a decisão da Moody´s de cortar a avaliação da dívida portuguesa para lixo é «incompreensível» e lembrou que «há dois anos a União Europeia está, sem ter resultados, a querer alterar a regulação europeia e a querer criar condições para o aparecimento de uma agência de notação financeira europeia».

fonte:http://www.abola.pt

publicado por adm às 23:20 | comentar | favorito
tags: