Casas entregues à banca disparam a partir de Abril

Desde início deste ano, as famílias portuguesas já entregaram 3060 imóveis por incumprimento às instituições bancárias.

As casas entregues pelas famílias à banca aumentaram bastante a partir de Abril e Maio últimos. Contudo, de acordo com as estimativas da Associação Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária - APEMIP, ao longo dos primeiros seis meses de 2011, já foram contabilizados 3060 imóveis entregues em dação de pagamento. Refira-se que no último mês de Junho os imóveis entregues à banca foram de 600, um dos resultados mais penalizadores desde início do ano.

Segundo os dados da APEMIP os concelhos das áreas metropolitanas de Lisboa e Porto são os mais afectados concentrando cerca de 50% das ocorrências relativas a imóveis entregues à banca. Assim, dos 10 municípios mais relevantes em termos nacionais - que representam no seu conjunto 38,9%, apenas quatro (Ponta Delgada, Portimão, Loulé e Braga) não pertencem a estas duas unidades territoriais.

Ainda de acordo com as estimativas da APEMIP, ao longo dos primeiros seis meses de 2011 foram transaccionados entre 98 mil a 101.700 imóveis - tanto urbanos, como rústicos e mistos.

No entanto, no último mês, verificou-se uma quebra de vendas para valores entre os 15.200 e os 15.800 negócios, o que se substancia numa contracção mensal de 11% face a Maio. De acordo com estes dados as áreas metropolitanas de Lisboa e Porto representam 21% das transacções imobiliárias registadas em termos nacionais.

fonte:http://economico.sapo.pt/

publicado por adm às 21:59 | favorito
tags: ,