Bancos cada vez mais relutantes em emprestar dinheiro entre si

Um indicador da relutância dos bancos em emprestar dinheiro entre si, na Europa, está a dois pontos base do nível mais alto de dois anos e meio. Isto numa altura em que os fundos do mercado monetário norte-americano estão a cortar o financiamento aos bancos franceses.

O “spread” Euribor-OIS - que mede a diferença entre a taxa interbancária a três meses, em euros, e os swaps de um dia - caiu para 82,8 pontos base a meio da manhã no mercado londrino, contra 84,6 pontos base ontem, que foi o nível mais alto desde Março de 2009.

O BNP Paribas, maior entidade de concessão de crédito em França, viu-se na obrigação de refutar um artigo de opinião do “The Wall Street Journal”, de hoje, que citava uma fonte não identificada como dizendo que o banco já não estava a conseguir obter crédito em dólares. 

Os bancos franceses estão no centro das atenções devido à sua exposição à dívida grega, tendo ontem sido veiculada a notícia de que a Moody’s poderá cortar o “rating” dessas entidades financeiras. 

Recorde-se que a banca francesa é a maior credora dos gregos, com uma exposição total de 56,7 mil milhões de euros, refere a Bloomberg, citando um relatório do Banco de Pagamentos Internacionais divulgado em Junho.

fonte:http://www.jornaldenegocios.pt/

publicado por adm às 23:07 | favorito
tags: