Metas para a banca portuguesa mantêm-se

O responsável do Banco Central Europeu, Rasmus Ruffer, disse esta quarta-feira que as metas para a banca de «core tier 1» em 9 por cento, para este ano, e 10 por cento em 2012 mantêm-se.

Em conferência de imprensa de divulgação da segunda análise aos programa de assistência financeira a Portugal, Rasmus Ruffer sublinhou ainda que o «sistema bancário não está no âmago dos problemas» da sociedade portuguesa. 

Ruffer assume, contudo, que as instituições bancárias têm um «fardo pesado» e que há «problemas de contágio» que advém de «factores externos», cujo «impacto já é visível no declínio da rentabilidade dos bancos».

O representante do BCE admitiu ainda que há «dificuldades [na banca] em encontrar financiamento nos mercados», é «fundamental» que os bancos continuem a «dar crédito à economia, inclusive às Pequenas e Médias Empresas».

fonte:http://www.abola.pt/m

publicado por adm às 23:00 | favorito
tags: ,