Trabalhadores do ex-Finibanco já rescindiram com Montepio

Mais de 60 funcionários já rescindiram. Instituição vai retomar negociações sobre os funcionários do Norte que se recusam a trabalhar em Lisboa

O Montepio já rescindiu contrato com 61 trabalhadores do ex-Finibanco, disse à Lusa fonte oficial do banco, que vai retomar negociações sobre os funcionários do Norte que se recusam a trabalhar em Lisboa.

O Sindicato dos Bancários do Norte (SBN) e a administração do Montepio acordaram a semana passada iniciar novas negociações para tentar solucionar a questão dos trabalhadores que receberam ordem de transferência para os serviços centrais da instituição em Lisboa, após a compra do Finibanco em 2010.

Na origem desta decisão esteve uma providência cautelar interposta pelo sindicato, cujo desfecho foi adiado para Fevereiro.

O SBN considera a exigência dos trabalhadores do ex-Finibanco se apresentarem em Lisboa como um «despedimento encapotado», pedindo que sejam integrados na rede do Montepio na região Norte.

Em declarações à agência Lusa, fonte oficial do Montepio disse que 161 trabalhadores já foram colocados nos serviços do Porto e de outras localidades a Norte do país o que, argumentou, demonstra «as preocupações sociais da instituição». 

A instituição mutualista mostrou-se ainda disponível para «em casos humanamente atendíveis não deslocar colaboradores da região onde desempenhavam funções». Já quanto aos restantes trabalhadores, o banco disse que estes deverão apresentar-se ao trabalho em Lisboa. Até ao momento, 69 funcionários já o fizeram.

Quanto à retoma das negociações, o Montepio garantiu que as negociações com os sindicatos nunca estiveram paradas, tendo mantido sempre «uma política de diálogo» desde a primeira reunião em Agosto de 2011 e a última a 13 de Janeiro.

Ainda assim, o Montepio não deverá ceder em algumas das pretensões dos sindicatos, nomeadamente em pagar subsídios de deslocação e alojamento aos trabalhadores deslocados para Lisboa.

fonte:http://www.agenciafinanceira.iol.pt/f

publicado por adm às 22:18 | favorito
tags: