Banca portuguesa presta contas

BCP e BPI divulgam os números do primeiro trimestre. Nos EUA, Ben Bernanke vai fazer uma reunião mensal da Fed em moldes diferentes A apresentação dos resultados de dois dos maiores bancos nacionais e a decisão da Reserva Federal (Fed) para a política monetária dos EUA vão concentrar as atenções dos investidores durante a semana. 

O primeiro banco a apresentar resultados é oBCP. A instituição liderada por Carlos Santos Ferreira decidiu antecipar a divulgação dos números relativos ao primeiro trimestre para esta quarta-feira, em virtude do aumento de capital. 

As estimativas de três analistas recolhidas pela Bloomberg apontam para uma quebra homóloga de 23% dos lucros do BCP para 73,6 milhões de euros no primeiro trimestre de 2011. As estimativas para o BPI apontam para uma descida de 9% dos lucros para 41,05 milhões. 

A semana fecha com os resultados da Galp Energia. Os números preliminares avançados pela petrolífera não foram bem recebidos pelos analistas. 

Fed mantém juros inalterados e Bernanke explica decisão 
A Fed deverá manter os juros inalterados na próxima reunião do comité de política monetária dos EUA, numa altura em que já se antecipa uma nova subida dos juros pelo BCE, de forma a contrariar as pressões inflacionistas.

Pela primeira vez na história do banco central americano, o seu presidente vai dar uma conferência de imprensa.Ben Bernanke vai explicar a decisão no contexto das perspectivas da Fed para a economia, que tem dado alguns sinais positivos, embora o desemprego permanece elevado.

Os jornalistas presentes deverão aproveitar para questionar Bernanke sobre a decisão da agência de "rating" S&P de colocar, pela primeira vez, a dívida americana com uma "perspectiva negativa". 

O segundo programa de estímulos monetários da Fed termina em Junho e com ele acaba a compra de Obrigações do Tesouro norte-americano pela autoridade monetária. 

"O final do segundo programa de compra de activos nos Estados Unidos implica o desaparecimento da Reserva Federal como comprador estrutural de obrigações norte-americanos", diz William De Vijlder, responsável pela estratégia de investimento do BNP Paribas Investment Partners, numa análise de conjuntura divulgada na quinta-feira. "Isso significa que a competição pelas poupanças vai aquecer muito mais, o que deve levar a um maior nervosismo nas acções e obrigações do governo . 

A próxima semana será também marcada pela divulgação do PIB do primeiro trimestre nos EUA. A previsão dos analistas aponta para 1,8%, um abrandamento face ao trimestre anterior. É também divulgado o consumo privado. 

Na sexta-feira um dos principais mercados do mundo estará de portas fechadas. A bolsa de Londres vai estar encerrada na sexta-feira por ocasião do casamento real do príncipe William e Kate Middleton.

fonte:http://www.jornaldenegocios.pt/
publicado por adm às 22:53 | favorito
tags: