BIC deve ficar com mais de 750 trabalhadores do BPN

Mira Amaral disse hoje que o banco deverá ficar com mais do que 750 trabalhadores do BPN, mas a decisão só será tomada no final do ano.

"O compromisso com o Governo é de ficarmos no mínimo com 750 trabalhadores. Estou convencido que ficaremos com mais, mas ainda não sei quantos", disse hoje o presidente do BIC à agência Lusa, à margem da conferência Energia para Portugal, em Lisboa.

O ex-ministro de Cavaco Silva afirmou que o banco tem uma estimativa dos trabalhadores de que precisará, mas que números definitivos não serão divulgados antes de final do ano.

"Já fizemos uma análise dos serviços centrais. Quando tomarmos conta do banco havemos de fazer uma análise das agências e centros de empresa e só depois disso, no fim do ano, podemos dizer com quantos trabalhadores iremos ficar", acrescentou Mira Amaral, garantindo que não seria "arrancado" qualquer número.

A Autoridade de Concorrência aprovou em Janeiro a aquisição pelo BIC da totalidade das acções do BPN por considerar que esta concentração não cria ou reforça uma posição dominante que provoque entraves de concorrência nos sectores da banca e seguros.

O acordo para a compra do BPN pelo Banco BIC foi assinado a 9 de Dezembro pelo Ministério das Finanças, tendo o banco de capitais luso-angolanos pagado 10 milhões de euros pela operação, o equivalente a 25% do valor total do negócio.

O Banco BIC pagará mais do que o preço acordado pelo BPN (40 milhões de euros) se ao fim de cinco anos os lucros acumulados excederem 60 milhões de euros.

fonte:http://economico.sapo.pt/n

 

publicado por adm às 22:53 | comentar | favorito