Bancos dão tolerância de ponto quinta-feira à tarde

Os funcionários bancários, à excepção dos do Banco de Portugal, vão na quinta-feira gozar de tolerância de ponto durante a parte da tarde.

Os funcionários bancários, à excepção dos do Banco de Portugal, vão na quinta-feira gozar de tolerância de ponto durante a parte da tarde, seguindo uma recomendação da Associação Portuguesa de Bancos do passado dia 20, confirmou a Lusa.

Já o Banco de Portugal, quebrando uma longa tradição na instituição, não dará tolerância de ponto aos seus funcionários, informou fonte oficial do banco central.

Segundo a recomendação da Associação Portuguesa de Bancos, à qual a Lusa teve acesso, enviada por email no passado dia 20 de Março aos seus associados, a APB recordava que "vem sendo prática o encerramento da banca ao público durante na tarde de quinta-feira santa", pelo que recomendava que "também no corrente ano encerrem no dia 5 de Abril de 2012 na parte da tarde".

BCP, BES, CGD e Santander confirmaram expressamente à Lusa a determinação de seguir a recomendação. Já o banco BPI, ainda que contactado, ainda não fez chegar à Lusa a indicação sobre se será ou não dada a tolerância de ponto aos seus funcionários.

Na PT, como, de resto, já aconteceu na terça-feira de Carnaval, quinta-feira santa será "um dia normal de trabalho", segundo fonte oficial da empresa.

No início de Fevereiro, o primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, anunciou que este ano não haveria tolerância de ponto para a terça-feira de Carnaval, embora a maioria das empresas de vários sectores - desde banca, tecnologias, energia ou automóvel, entre outros - tivesse considerado o dia como feriado, uma vez que está previsto no Acordo Colectivo de Trabalho (ACT).

Entre as grandes empresas então contactadas pela Lusa e às quais foi colocada a questão se iriam dar o feriado aos trabalhadores, a PT e a Vodafone foram excepções, garantido funcionariam normalmente.

Optimus e Zon Multimédia no sector das telecom, mas também CTT, REN, EDP, RTP, Lusa, Autoeuropa, Cofina, Altri ou Sonae deram o dia de feriado aos seus trabalhadores.

O mesmo aconteceu no sector da banca, em que os balcões da CGD, BES, BCP, Banif, BPI e Santander Totta estiveram encerrados.

 

fonte:http://economico.sapo.pt/n

publicado por adm às 00:27 | favorito
tags: