Rácios de capital: BPI precisa de mil a 1.400 milhões

O BPI necessita de mil a 1.400 milhões de euros para cumprir as exigências de capital dos reguladores, depois de ter encerrado o primeiro trimestre do ano com um Core Tier 1 de 9,4%, afirmou o presidente da instituição, Fernando Ulrich, na conferência de imprensa de apresentação de resultados.

O rácio registado pelo BPI em março está acima da meta de 9% exigida pelo Banco de Portugal no final de 2011, mas já em junho o banco terá de cumprir uma nova meta: a da Autoridade Bancária Europeia (EBA), que é de 9% mas incluindo já a desvalorização de ativos como os títulos de dívida pública. Em dezembro, a exigência do Banco de Portugal sobe para 10%.

O BPI não explicou ainda onde vai conseguir o dinheiro de que necessita, mas o banco admitiu já no passado recorrer à linha de recapitalização no âmbito do acordo com a troika e que tem um pacote de 12 mil milhões de euros.

Ulrich explicou que o valor necessário depende ainda de alguns fatores, como a evolução dos títulos de dívida pública (o banco detém 4,7 mil milhões em dívida portuguesa e cerca de 1,3 mil milhões em dívida italiana e irlandesa) e ainda o impacto da transferência para o Estado do fundo de pensões.

No âmbito deste negócio, o Estado comprometeu-se a comprar ao BPI créditos ao setor público no valor de 700 milhões de euros.

fonte:http://www.agenciafinanceira.iol.pt/f

publicado por adm às 23:38 | favorito
tags: