BPI: lucro cai 13% para 39,3 milhões

O BPI fechou o primeiro trimestre do ano com um resultado líquido de 39,3 milhões de euros, menos 13,2 por cento face ao mesmo período de 2011, revela o banco em comunicado enviado à CMVM. 

Um valor bem abaixo dos 51 milhões de euros, a média esperada pelos analistas contactados pela Reuters.

Já o resultado antes de impostos subiu 1,3%, para os 75,9 milhões de euros.

A margem financeira caiu 22% face ao período homólogo, para os 124,6 milhões de euros «pressionada pelo custo dos depósitos a prazo e pelo baixo nível das taxas de curto prazo», como se lê no relatório do BPI.

Mesmo assim, o produto bancário aumentou 4,1%, os custos caíram 3,2% e os depósitos aumentaram 6,6%.

Os lucros em operações financeiras atingiram os 89 milhões de euros que «incluem ganhos com operações de recompra de
passivos e cobertura de risco de taxa de juro», explica a instituição liderada por Fernando Ulrich.

O BPI termina, assim, o mês de março com um rácio de capitalCore Tier 1 de 9,4%, acima do exigido pela Autoridade Europeia Bancária (EBA, sigla inglês) e do Banco de Portugal - de 9%. 

Até ao fim de março, o banco liderado por Fernando Ulrich pediu 4 mil milhões de euros ao Banco Central Europeu.

O BPI apresentou os seus resultados após o fecho da sessão da bolsa. As acções encerraram a valorizar uns ligeiros 0,25%, para os 0,408 euros.

fonte:http://www.agenciafinanceira.iol.pt/f

publicado por adm às 23:39 | comentar | favorito