Cobrança abusiva de juros pode levar bancos a tribunal

A SEFIN, associação de consumidores, acusa a banca de cobrança abusiva de juros de mora sobre juros e ameaça com acção colectiva.

A Associação Portuguesa de Consumidores e Utilizadores de Produtos e Serviços Financeiros (SEFIN) equaciona avançar com uma acção colectiva para exigir aos bancos que devolvam os juros que cobraram "ilegalmente" sobre os juros de mora de prestações de crédito em incumprimento. Uma prática instalada no sector, segundo a associação, que afecta milhares de consumidores com empréstimos em incumprimento a quem os bancos cobram novos juros sobre o capital em dívida e juros de mora em atraso.

"É chamada a capitalização de juros e que anualmente rendem às instituições financeiras centenas de milhões de euros", revelou ao Diário Económico, Filipe Marques, presidente da SEFIN.

O caso promete ser ainda mais polémico que a devolução dos arredondamentos cobrados em excesso nos créditos à habitação - alvo de uma acção colectiva da SEFIN -, dado que os valores em causa "prefiguram uma dimensão muito maior". A estimativa é da SEFIN que denuncia esta prática que, diz, estar "instalada na banca". Filipe Marques vai mais longe ao afirmar que este assunto tem sido alvo de correspondência e reuniões entre a associação e o Banco de Portugal, mas "o regulador não tem dado atenção". Contactado o Banco de Portugal não reagiu até à hora de fecho desta edição.

fonte:http://economico.sapo.pt/n

publicado por adm às 08:20 | comentar | favorito