Cheques deixaram de ser a principal forma de pagamento em Portugal

O valor das transferências electrónicas ultrapassou pela primeira vez o valor dos pagamentos por cheque. Recurso ao crédito também aumentou.

Apesar de ainda registarem um peso considerável, os cheques deixaram de ser a principal forma de pagamento na economia nacional em 2011. No ano passado, os gastos dos portugueses foram feitos sobretudo via transferência bancária, mostram os dados divulgados pelo Banco de Portugal (BdP). No que toca ao número de operações feitas, o multibanco continua a levar vantagem, mas soma valores mais pequenos.

Em 2011 foram passados 79,7 milhões de cheques em Portugal, cerca de 218,4 mil por dia, de acordo com os dados do Relatório do Sistema de Pagamentos relativo ao ano passado, publicado ontem pelo BdP.

No total, os pagamentos feitos por cheque somaram 106,7 mil milhões de euros. O valor não só representa uma quebra de 13,8% face ao registado em 2010, como significa que os cheques estão a perder força na economia portuguesa e, pela primeira vez, deixaram de ser a principal forma de pagamento em termos de valores gastos nas transacções, representando 31% do total.

Os números divulgados pelo supervisor mostram que os cheques "careca" também recuaram em termos homólogos. Totalizaram 472.726 no ano passado, menos 3,5% do que em 2010.

fonte:http://economico.sapo.pt/

publicado por adm às 08:22 | favorito
tags: