Corte de ‘rating’ das obrigações hipotecárias coloca banca sob pressão

A Moody’s cortou notação das ‘covered bonds’ constituídas por obrigações hipotecárias de dívida pública.

A agência de ‘rating' Moody's anunciou ontem novos cortes nas notações das obrigações hipotecárias e sobre o sector público emitidas por bancos portugueses sob a forma de ‘covered bonds'. Estes instrumentos encontram-se entre os activos mais usados pela banca nacional para se financiar no estrangeiro, pelo que os cortes vêm colocar pressão adicional sobre o sector.

Os bancos portugueses têm utilizado estes activos como colaterais no financiamento obtido junto do Banco Central Europeu (BCE) e da banca internacional. Com os cortes no ‘rating', os activos entregues como colaterais perdem valor.

"O corte do ‘rating' destas obrigações afecta todos os bancos que tenham ‘covered bonds' dos seus balanços. O que acontece é que em vez de apresentarem activos no valor de 120% do financiamento pretendido, os bancos poderão ter de os apresentar no valor de 140 ou 150%, por exemplo", afirmou um analista ouvido pelo Diário Económico.

fonte:http://economico.sapo.pt/

publicado por adm às 22:32 | favorito