Bancos alteram cartões para poderem ganhar mais

Os bancos portugueses BES, Santander e CGD decidiram proceder a alterações nos cartões de forma a receberem comissões mais altas. Na prática, o que fizeram foi distribuir entre os clientes cartões que são um «misto» entre o cartão de débito direto e o cartão de crédito. 

De acordo com a edição desta sexta-feira do jornal «Público», a banca sai assim a ganhar e os clientes e comerciantes saem prejudicados. 

Alguns dos clientes até podem não reparar na mudança, já que continuam a usar exatamente o mesmo cartão.

Mas o alerta já foi dado pelos comerciantes, que perceberam que a alteração foi feita. 

A Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor (DECO) considera o processo levado a cabo pelos bancos pouco transparente.

«Do ponto de vista da DECO houve uma falta de transparência em todo o processo. O que poderá ter acontecido foi uma alteração em massa dos cartões a um conjunto significativo de clientes», sublinhou à agência Lusa Carla Varela, jurista do Departamento de Estudos da DECO.

Carla Varela lembrou, contudo, que esta alteração não tem custos para o consumidor, apenas para os distribuidores, ou seja, os comerciantes é que têm de pagar comissões mais elevadas.

Caso não estejam informados sobre a forma de funcionamento deste tipo de produtos financeiros, os consumidores poderão é ter maior dificuldade na interpretação da gestão das suas contas, explicou.

«O que é importante é garantir os deveres de informação inerentes a este produto financeiro, especialmente quando há uma linha de crédito associado».

A jurista adiantou também que a DECO não recebeu quaisquer reclamações lembrando, contudo, que os cartões híbridos já não são novos e existem há algum tempo.

fonte:http://www.agenciafinanceira.iol.pt/f

publicado por adm às 21:48 | favorito